AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Aluna fala sobre intercâmbio em Portugal feito em parceria com a AESO-Barros Melo


Institucional
outubro. 04, 2019

Camila de Azevedo Melo, estudante do curso de Publicidade e Propaganda, participou do processo de seleção e foi aprovada para estudar na Europa

Ter acesso a uma experiência internacional que enriqueça o currículo e preparar o aluno para o mercado global são alguns dos objetivos do Intercâmbio oferecido pela AESO-Barros Melo aos que estão, regularmente, matriculados nas graduações da instituição de ensino.

Aproveitando a oportunidade, Camila de Azevedo Melo, estudante do curso de Publicidade e Propaganda, participou do processo de seleção e foi aprovada para cursar Marketing no Instituto Politécnico de Setúbal, em Portugal. Ela desembarcou na Europa em fevereiro de 2018, por onde permaneceu por um ano. A equipe da AESO-Barros Melo conversou com Camila sobre a experiência. Confira:

AESO - Como surgiu o interesse em realizar o intercâmbio?
Camila- Eu já tinha vontade de estudar em outro país por que sempre quis morar fora. Sabia que a AESO-Barros Melo oferecia esse tipo de experiência ao aluno, dando a possibilidade de frequentar, por seis meses ou um ano, universidades conceituadas do exterior. Então, falei com a Coordenação de Pesquisa e Intercâmbio, e fui informada que o edital de seleção saia uma vez por ano, geralmente no 2º semestre. Quando ele foi lançado, me inscrevi. Segui os passos relatados no documento e participei das fases. Ao final, fui selecionada. 

AESO – Quais foram os documentos necessários para ingressar no projeto?
Camila- Tive que tirar o visto de estudante, obter a carta de aceite da faculdade e comprovar a renda que iria precisar para me manter no país. Muita gente acredita que são necessários muitos gastos para estudar na Europa, mas, na verdade, eu consegui me manter por lá desembolsando pouco mais do que eu utilizava com transporte, comida e demais despesas que eu tinha estudando no Brasil.Como o projeto é fornecido em parceria com a AESO-Barros Melo,  o vínculo aqui é mantido e eu continuo pagando a mensalidade do meu curso, e, em contrapartida, não tenho gastos a mais para estudar na universidade européia. Então, as contas ficam bem equilibradas. Estudei no Instituto Politécnico de Setúbal, que fica a 50km de Lisboa. Lá é uma cidade pequena, tranquila, bem aconchegante e cheia de intercambistas. Fiz várias amizades e tive contato com diversas culturas. 

AESO- E sobre o curso escolhido ..
Camila- Eu me matriculei no de Marketing, escolhendo as cadeiras que iria pagar aqui na AESO-Barros Melo nos períodos que estaria fora. Lá, eu pude escolher fazer disciplinas de qualquer curso oferecido pela Instituição, passando pelas aprovações necessárias. Não consegui alinhar 100%, mas deu para cursar algumas que aqui serão dispensadas. 

AESO- Onde você ficou hospedada?
Camila-
A cidade é repleta de casas que alugam quartos para intercambistas e eu fiquei em umas dessas. Cheguei a dividir o lugar com estudantes espanholas e turcas. A gente compartilhava o espaço comum, limpeza e organização do apartamento, mas, cada uma tinha o seu quarto individual. O proprietário cobrava um valor razoável pelo aluguel, visto o tamanho, localização e estado da acomodação. A indicação partiu do Instituto Politécnico de Setúbal, que enviou uma lista de hospedagens disponíveis nas proximidades da instituição de ensino.

AESO- Como foi a comunicação? Você teve alguma dificuldade?
Camila- As aulas eram realizadas em português, não tive problema algum de comunicação durante o dia a dia. Também são oferecidas aulas no módulo internacional (em inglês) para estudantes da Europa. Eu tive a oportunidade de cursar disciplinas também nesse módulo. Foi bastante enriquecedor poder conhecer pessoas de outras nações.  

AESO- Qual a sua avaliação sobre a experiência do intercâmbio em parceria com a AESO-Barros Melo?
Camila- A experiência foi incrível. Quando digo que passei um ano morando no exterior, as pessoas não acreditam. Você aprende a resolver tudo sozinha. Entrei em contato com gente do mundo todo. É lindo de ver pessoas completamente diferentes, interagindo e compartilhando conhecimento. O sentimento de união é fantástico.


Sobre o programa de intercâmbio

A AESO-Barros Melo possui diversos protocolos de cooperação internacional com universidades europeias. A proposta é  possibilitar um programa de mútua cooperação técnico-científica, buscando fortalecer as relações culturais por meio do intercâmbio de docentes, pesquisadores e estudantes das instituições. 

Os interessados precisam corresponder às exigências do Edital de Intercâmbio da AESO-Barros Melo que, em geral, é divulgado na metade do ano, na página da instituição. Há alguns pré-requisitos básicos como: estar devidamente matriculado, ter concluído pelo menos um semestre, estar quite com as mensalidades e manter o vínculo durante todo o período do intercâmbio. Também são necessários:  bom desempenho acadêmico, mantendo média global mínima de 7,0; bom desempenho na prova de redação e na entrevista; estar no perfil de estudante exigido pela instituição de ensino conveniada com a AESO-Barros Melo. 

A Coordenação de Pesquisa e Intercâmbio pode tirar dúvidas dos alunos e também orientar os processos seletivos de intercambio através do email: coordenacao.pesquisa@barrosmelo.edu.br. 

aeso - barros melo - intercambio -

voltar