AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

ALUNOS PESQUISAM SAÚDE ONLINE


Institucional
abril. 01, 2005

Márcio e Michelle Pannunzio, do quarto ano de Jornalismo da AESO foram selecionados para representar o Nordeste na 9ª Reunião da Rede de Popularização da Ciência e Tecnologia para América Latina e o Caribe, que acontece nos dias 08, 09 e 10, na Fundação Fiocruz, no Rio de Janeiro. O trabalho de Michelle e Márcio, que são irmãos, foi resultado de uma pesquisa no campo jornalismo científico, para a disciplina Teoria e Método de Pesquisa em Comunicação da Aeso, que vai estar ao lado de outras exposições de várias partes do mundo entre elas, Colômbia, Espanha, México, Argentina. O tema central do evento é: "Cultura científica e inclusão social" e tem como objetivo propiciar a reflexão e o intercâmbio de resultados, idéias e experiências sobre a divulgação e a popularização da ciência e da técnica. Segundo Márcio Pannunzio, a proposta dos sites eletrônicos sobre saúde é funcionar como um suporte teórico fundamentado não em postulados, mas em bibliografia médica oficialmente aprovada e reconhecida. Com isso, o usuário de internet ganha oportunidade de contato com conhecimentos capazes de orientá-lo desde a identificação de sintomas até mesmo às indicações de tratamento das diversas doenças. O sites que tratam sobre saúde foram classificados, pelos alunos, em cinco categorias: assunto, público, exposição dos visitantes (anônimos ou não), grau de interesse (profissionais de saúde ou pacientes) e tipo de serviço que prestam. Eles comprovaram que grande parte dos websites apresenta um vasto material teórico-didático acerca de doenças e patologias em geral. "Jamais substituem o diagnóstico de um profissional e nem almejam tal resultado", alerta Márcio Pannunzio. Além dos conhecimentos científicos, há também uma preocupação com o âmbito psicológico, chegando a funcionar como grandes grupos virtuais de auto-ajuda e/ou ajuda mútua. "De acordo com a consulta, o internauta obtém informações sobre formas de contaminação, sintomas, contra-indicações, medidas paliativas, medicações usuais, remédios genéricos etc. Assim, é possível detectar prováveis doenças antes mesmo de ir ao médico, o que facilita a busca real pelo profissional mais indicado", diz Márcio. O trabalho conclui que o serviço de Saúde On-line atende a um público amplo, descentralizado e diversificado, influenciando no bem-estar e na qualidade de vida desses usuários. por Danúbia Julião

voltar