AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Fotos: Renata Siqueira.

Cantora e estudante de Jornalismo: Bela Maria fala sobre as duas paixões


Jornalismo
setembro. 02, 2019

O palco do The Voice Kids Brasil, em 2016, foi o primeiro em que Bela Maria subiu, aos 14 anos. De lá para cá, a pernambucana, da cidade de Paulista, passou por muitos outros. Um deles foi o do projeto Música Entre Nós, das Faculdades Integradas Barros Melo (AESO), na estreia da programação do segundo semestre de 2019. Bela entoou canções de Anavitória a Alceu Valença, e empolgou o público. A artista cursa o segundo período de Jornalismo, na instituição, e conta que está feliz em ver os dois sonhos – comunicação e música – andando lado a lado por aqui.

Bela Maria ama escrever e “passar informação”, e entendeu que poderia trabalhar com música quando participou do reality show da TV Globo. Agora, a busca é por levar as duas carreiras adiante. “Me sinto muito perto da arte aqui, por causa, inclusive, de eventos como esse (Música Entre Nós). Ao mesmo tempo, tenho descoberto outras vertentes do jornalismo, como assessoria, e percebido que desenvolver a comunicação pode contribuir muito para tudo na minha vida”, pensa.

A estudante se inscreveu no Edital Criativo da AESO-Barros Melo e espera pela oportunidade de gravar um EP com músicas autorais, caso tenha o projeto aprovado. “Vou fazer comunicação e música ao mesmo tempo”, almeja. Ela tem muitas composições, que vão desde o samba até o ritmo “love songs”. “Eu não consigo definir bem meu estilo, porque eu amo cantar tudo, do samba ao reggae. Mas, se tiver que chegar mais perto de algo, seria o pop. Eu escuto de Belchior a Beyoncé”, diz.

Apesar de ter se descoberto como cantora profissional já na adolescência, a relação de Bela com a música começou muito antes, ainda na infância, quando se apresentava para os vizinhos. “Minha família sempre foi muito ligada à música. Todos os afazeres de casa eram embalados por canções. Uma vez, minha mãe me deu um microfone de brinquedo e eu ficava cantando pra quem passava. Até que disseram “olha, ela tem talento” e minha mãe resolveu me levar para participar do coral da igreja”, relata. Isso foi por volta dos oito anos.  Depois ela aprendeu a tocar violão, e passou a participar de eventos, como casamentos, festas de 15 anos, e fazer shows em cafeterias e restaurantes. Até hoje é assim.

Em 2016, a cantora conheceu um grupo de meninos, que estudava cinema na AESO-Barros, e recebeu o convite para gravar um clipe na faculdade. Ao chegar no estúdio de fotografia, para fazer as imagens, a mãe de Bela, que veio acompanhando, pressentiu: “tu vais estudar aqui”. Aconteceu. E é só o início.

 

música entre nós - música -

voltar